menu
Topo
Corrida no Ar

Corrida no Ar

Não gosta de correr na esteira? Veja 5 boas razões para treinar no aparelho

Sérgio Rocha

19/03/2018 04h00

Motivos para treinar na esteira

Crédito: iStock

Muitos corredores torcem o nariz quando precisam ir para a esteira. Eu entendo, treinar no aparelho pode ser monótono para algumas pessoas, que não acham a atividade tão agradável quanto na rua. Mas há boas razões para usar o equipamento, e ele pode contribuir para o ganho de performance:

1 – Comodidade Está chovendo, fazendo muito frio, seus compromissos não deixam você dar conta da planilha ou você está viajando e não tem nenhuma opção de local para correr com segurança? Se você tem acesso a uma esteira, na sua casa, na academia ou mesmo no hotel, não terá desculpas para deixar seu treino de lado e será muito mais fácil encaixar um corridinha em qualquer hora do dia.

2 – Variação Além de ser uma arma poderosa para quem está começando a dar os primeiros passos, dá para andar ou correr, simular subidas e ainda combinar várias situações, como se você estivesse encarando um percurso cheio de obstáculos. Além do mais, você pode até fazer aqueles seus treinos mais fortes, com variação de velocidade, como tiros, fartlek e de ritmo.

3 – Constância Da mesma forma que você pode variar bastante seu treino, simulando diversas situações de altimetria, a esteira também é uma ferramenta perfeita para aquele dia de corrida light, sem variação, quando você quer apenas descansar seu corpo de um treino pesado feito no dia anterior. O aparelho também acaba sendo perfeito para quem está se recuperando de uma lesão e precisa voltar devagar, em superfícies planas, sem alterações no terreno.

4 – Treino mental Todo mundo sabe que correr na esteira muita vezes é monótono. Mas existem artifícios que ajudam a encarar na boa aquela horinha de esteira, como ouvir uma boa playlist ou ter uma TV ligada na sua frente. Mesmo que você não tenha essas distrações, saiba que a esteira pode servir como um excelente treino mental para quem está se preparando para encarar um grande desafio, como uma maratona. Afinal, por causa da monotonia, é preciso ter um grande poder mental para resistir à vontade de interromper o treino antes do final.

5 – Parâmetro Quando corre na esteira com frequência, você consegue ter uma nítida noção da sua evolução, uma vez que os números estão todos ali na sua frente e é possível ver com muita clareza se está melhorando seu ritmo, ou se está se sentido mais confortável correndo naquela velocidade. E não é só isso. As esteiras de academias geralmente são colocadas diante de enormes espelhos. Isso torna muito fácil checar sua postura ou como está sua biomecânica de corrida, ajudando a perceber o que precisa ser melhorado.

Sobre o autor

Sérgio Rocha começou a correr para perder peso há 20 anos e nunca mais parou. Nesse caminho, já completou muitas maratonaS, meias-maratonas e incontáveis provas de 10 km. Como profissão, era diretor de arte, mas sempre escrevia um texto aqui e outro ali nas revistas em que trabalhou. Em 2013, criou o canal no YouTube “Corrida no Ar”, que é hoje um dos maiores do segmento. Sérgio também apresenta o programa “Corre 89”, na Rádio Rock de São Paulo, junto do radialista PH Dragani. O programa vai ao ar todos os domingos, às 20h.

Sobre o blog

Este é um espaço para falar sobre o esporte de forma geral, dando dicas, cobrindo provas, escrevendo análises de produtos do mundo esportivo e, por vezes, também fazendo questionamentos que vão ajudá-los a olhar a corrida sob uma nova perspectiva.